Domingo, 20 de Abril de 2008

ABRIL (TROVA DO VENTO QUE PASSA)

 

I

Pergunto ao vento que passa
notícias do meu país

e o vento cala a desgraça
o vento nada me diz.
II
Pergunto aos rios que levam
tanto sonho à flor das águas
e os rios não me sossegam
levam sonhos deixam mágoas.
III
Levam sonhos deixam mágoas
ai rios do meu país
minha pátria à flor das águas
para onde vais? Ninguém diz.
IV
Se o verde trevo desfolhas
pede notícias e diz
ao trevo de quatro folhas
que morro por meu país.
V
Pergunto à gente que passa
por que vai de olhos no chão.
Silêncio -- é tudo o que tem
quem vive na servidão.
VI
Vi florir os verdes ramos
direitos e ao céu voltados.
E a quem gosta de ter amos
vi sempre os ombros curvados.
VII
E o vento não me diz nada
ninguém diz nada de novo.
Vi minha pátria pregada
nos braços em cruz do povo.
VIII
Vi minha pátria na margem
dos rios que vão pró mar
como quem ama a viagem
mas tem sempre de ficar.


IX

Vi navios a partir
(minha pátria à flor das águas)

vi minha pátria florir
(verdes folhas verdes mágoas).
X
Há quem te queira ignorada
e fale pátria em teu nome.
Eu vi-te crucificada
nos braços negros da fome.
XI
E o vento não me diz nada
só o silêncio persiste.
Vi minha pátria parada
à beira de um rio triste.
XII
Ninguém diz nada de novo
se notícias vou pedindo
nas mãos vazias do povo
vi minha pátria florindo.
XIII
E a noite cresce por dentro
dos homens do meu país.
Peço notícias ao vento
e o vento nada me diz.
XIV
Quatro folhas tem o trevo
liberdade quatro sílabas.
Não sabem ler é verdade
aqueles pra quem eu escrevo.
XV
Mas há sempre uma candeia
dentro da própria desgraça
há sempre alguém que semeia
canções no vento que passa.
XVI
Mesmo na noite mais triste
em tempo de sevidão
há sempre alguém que resiste
há sempre alguém que diz não.

                 Manuel Alegre

 

 


PUBLICADO POR: carlosgil às 20:39
LINK DO POST | COMENTAR | Adicionar aos favoritos
6 comentários:
De Anónimo a 22 de Abril de 2008 às 14:21
é mais um poema que ilustra os tempos do intervencionismo. Um bom poema que , bem visto pode-se utilizar aos dias de hoje.


De Anónimo a 22 de Abril de 2008 às 14:19
Liberdade é acima de tudo conhecer até que ponto podemos intervir, criticar, denunciar e dar opiniões sem que com isso se ultrapasse as barreiras da lei. Por isso a frase que puseste a correr "somos escravos das leis Para podermos ser livres", é uma frase que se ajusta ao meu pensamento.


De Maria José Ludovino a 20 de Abril de 2008 às 21:34
Neste mês, alusivo à liberdade, deixo aqui algo que escrevi, era miúda...

Se eu fosse...

Se eu fosse um pássaro voava livre.
Voava por cima do mar
e girava, girava!
Se eu fosse um pássaro sentia o cheiro
do mar e...
gritava, gritava!...
Se eu fosse um pássaro,
deixava o meu pensamento
elevar-se bem alto e
sonhava, sonhava!...
Se eu fosse um pássaro ia até ao céu,
descansava numa nuvem
e chorava, chorava!...
Se eu fosse um pássaro inteligente
pegava num livro e
recitava, recitava!...
Se eu fosse um pássaro feliz podia rir
e amava, amava!...
Se eu fosse um pássaro pobre,
não tinha nada e pedia pedia!...
Se eu fosse um pássaro rico e tudo a minha volta, fosse meu e de mais ninguém,
partilhava, partilhava!...
Se eu fosse um pássaro adorado,
deixava-me aclamar, aclamar!...
Se eu fosse um pássaro,
mas nao sou,
tinha esperança no amanhã e
ansiava, ansiava...

Maria José Ludovino

5 de Janeiro de 1987


De Maria José Ludovino a 20 de Abril de 2008 às 21:26
Hoje como nunca,
Senti que estava viva,
Finalmente sorri,
Tenho sede de viver…

Tenho aquela antiga ânsia,
ânsia louca do conhecimento,
do experimentar coisas novas,
do ir mais além…

Hoje senti de novo que
sou alguém, sou mulher…
Senti que afinal sou especial…
Estremeci num imenso prazer!

Prazer esquecido, escondido
no meu “eu” mais profundo…
Pensava que nunca mais via o céu,
subi e vi as estrelas: morri!

Mas morri, para de novo: renascer!
Quero encarar com a alegria a vida,
ver o verde a nascer,
cultivar aquilo que sou!

Quero ter esperanças,
aquelas que em tempos tinha…
Quero acordar com vontade,
vontade de beber sofregamente a vida!

Beber sofregamente as águas,
deste Abril águas mil...
Tenho vontade de dizer ao vento:
- que és tu e só tu,
longe e distante que me dás alento!

Maria José Ludovino
20 de Abril de 2008



De JORGE MAGRINHO a 21 de Abril de 2008 às 16:00
dona MARIA JOSÉ LUDOVINO muitos parabéns um bom texto......................... enriquece muito este blog parabéns


De Maria José Ludovino a 22 de Abril de 2008 às 21:25
Obrigada Sr. Jorge Magrinho pelas suas palavras...
Gosto de poder participar e é uma forma de poder sentir que aquilo que escrevo, serve para alguma coisa! Já que estamos num país que a arte e a cultura não interessa muito e até se considera algo inferior, é bom podermos escrever e ter alguém como o mentor deste blog, que divulgue! Um bem haja!
Um abraço
Maria José Ludovino


Comentar post

O souselalentejo agradece a todos aqueles que nos visitam diariamente e que queiram fazer deste uma fonte de informação, divulgação e opinião. Mais uma vez se informa que este blog é gratuito, e não tem como finalidade qualquer factor de ordem lucrativa. CONTACTOS: souselalentejo@sapo.pt TRADUZA ESTA PÁGINA PARA INGLÊS/IT TRANSLATES THIS BLOG FOR ENGLISH/TRADUISE CELUI-CI BLOG POUR ANGLAIS juegos gratis

Pesquisar neste blog

 

ARQUIVOS

POSTS RECENTES

eis......

DESABAFOS

Nova escola em Sousel

LÁ VEM LUZ, LÁ VAI LUZ......

INJUSTIÇAS

PARTILHO.MAS................

despesismo sem justificaç...

Eleições Legislativas.

água e residuos

JURO QUE NÃO CONSIGO ENTE...

SILÊNCIOOOOOOOOOOOOOOO

psd

bombreiros do dinheiro???...

ninguém entende

estradas de portugal........

euro

Postais do Duarte

NR team

“Despoliticamente falando...

PISCINAS MUNICIPAIS DE SO...

Contestação

souselalentejo

souselalentejo ( A maldiç...

souselalentejo)( Afinal s...

EIS UMA QUESTÃO DE JUSTIÇ...

souselalentejo( reflexão ...

souselalentejo ( Pensamen...

souselalentejo( mais fest...

souselalentejo (Granada o...

souselalentejo>( Eusebio/...

souselalentejo ( Ano novo...

não passou no Tribunal Co...

sousel... ( apelo a alime...

souselalentejo ( desacord...

pois..............Natal.....

A vida é ingrata e injust...

Passe Escolar/ pedido de ...

Culpabilização? e/ ou des...

desabafos politicos

desabafos

facebook/vcs/ blog

souselalentejo / vs/ carl...

Escolaridade minima obrig...

OPINIÃO PESSOAL E DECISÃO...

para o Sr...........Antón...

Sousel..........passe esc...

RTP/ VS/ EDP

Saiba o que muda na sua v...

Portugueses de 1º de 2ª e...

EXTINÇÕES??? OU INTERESSE...

Janeiro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


LINKS

Blog Protegido

EUROMILHÕES

Gil Souselalentejo Sousel

Cria o teu cartão de visita
http://profile.imeem.com/uepcVJ/playlist/_uCmDtBY/

blog protegido