Terça-feira, 27 de Novembro de 2007

souselalentejo (Desabafos )

             Apeteceu-me simplesmente escrever. Escrever aquilo que à minha mente surge sem que me preocupasse com o tema em si. Apeteceu-me e as palavras foram-me surgindo do nada, como que caídas de um precipício. Agarrei-as, juntei-as e tentei encaixa-las como se faz a um puzzle ainda por montar. A pouco e pouco as palavras levaram-me a Portugal, o nosso país. 

 Eis que de peça em peça, ainda amontoadas em pequenos fragmentos de sílabas e letras, desesperadamente procurei entre elas as palavras Alentejo e Sousel. Frustração total. Parecem simplesmente não existir. Interroguei-me por vários momentos o porquê da sua não existência.

             De peça em peça, amontoadas em ideias egocêntricas, as minhas claro, repentinamente surgiu-me uma possível resposta. O puzzle embora recente estava completo mas, faltava-me Alentejo e Sousel. Onde estariam?

            Portugal, esse existia mas, uma existência quase que envergonhada onde se prendem policias e se soltam os criminosos, onde se entrega uma criança de 5 anos que foi criada com todo o carinho por pais adoptivos, a um pai que ela nunca conheceu, onde se demite alguém da policia porque simplesmente defendeu a honra dos portugueses perante os ataques constantes da imprensa e policia inglesa, onde um aposentado da segurança, que violou jovens, simplesmente é posto em liberdade, onde o desemprego aumenta a olhos vistos, onde os salários caem a pique, onde a insegurança se tornou um habito, onde se pagam impostos para tudo, enfim uma panóplia de casos, que fariam certamente o maior livro com mais páginas do mundo.

            Continuei a procurar, e numa peça bem mais pequena finalmente vi a palavra Alentejo. Logo surgiu-me a ideia da desertificação, do abandono, da falta de emprego, do interior esquecido, que ao descreve-lo não daria um livro tão grande como o anterior mas, um livro médio de leitura rápida.

            Indignado, e na tentativa de encontrar a palavra Sousel, continuei a procurar durante várias horas. Não encontrava a peça que me faltava para completar o puzzle. Eis que de forma inesperada, mesmo e à minha frente estava aquela que tanto me fez suar para a encontrar. Finalmente lá estava. Uma peça minúscula. Tentei encaixa-la no puzzle. Acreditem ou não, era a peça mais complicada de montar. Tentei de varias formas, de todos os ângulos mas, não era de todo capaz. Lembrei-me repentinamente da sociedade, daqueles poucos Souselenses que, não sendo nada, pensam ser tudo. Lembrei-me de outros poucos que para subirem na vida, se escondem em falsas amizades e sem frontalidade, lá vão falando em tom de ironia, deste ou daquele, ás vezes até de quem os ajuda ou ajudou. A luta desenfreada do querer, poder e mandar. A luta incansável da ganância do dinheiro, da posição social, do status. A presunção. Lembrei-me também, do espírito de entreajuda característico dos meios pequenos, que simplesmente tem tendência em desaparecer. Lembrei-me das poucas mentes fechadas e pequenas, que não admitem aceitar que outras muitas mentes se expandam, que outras muitas mentes são capazes, que outras muitas mentes pensem, subestimando aqueles poucos, a inteligência destes muitos. Lembrei-me daqueles muitos, que falam, criticam e queixam-se sem contudo utilizarem as suas palavras frontalmente olhos nos olhos, porque simplesmente têm medo. Ainda não entendi bem o porquê desse medo. Lembrei-me repentinamente que a humildade característica de muitos, deixou simplesmente de existir, nas mentes desses muito poucos…E mais haveria para dizer.

            Caros cibernautas, fiquei triste, não consegui montar o puzzle. A peça é muito complexa. Falar sobre Sousel, por incrível que pareça, um livro três vezes maior que o 1º que citei, faria certamente chegar o nome de Sousel, ao livro de recordes do Giness, por tanta coisa haver a dizer, que páginas não chegariam para o completar cheio de coisas muito boas de muitos,  mas também de coisas muito más de uns poucos…

                                                                                  Carlos Gil

           


PUBLICADO POR: carlosgil às 23:17
LINK DO POST | COMENTAR | Adicionar aos favoritos
22 comentários:
De GIL a 18 de Dezembro de 2007 às 23:54
Parece que alguém quer que agora este blog, seja o “mau da fita”. Faço lembrar a todos que o que é aqui divulgado, é através de um longo trabalho de pesquisa via internet. As publicações em diário da Republica de nomeações, reclassificações, concursos e afins, tal como tabelas salariais, estão publicadas na internet, no Diário da Republica. Eu, limito-me a transcrever neste blog, o que a Câmara Municipal, manda publicar em Diário da Republica. Acho que a mesma entidade deveria também publicar o mesmo, no sitio da Câmara na internet. Se não o faz, a culpa não é minha. Não fui eu que reclassifiquei, que nomeei, nem abri qualquer concurso.
Quanto aos comentários e observações feitas por mim, devem ser elas respeitadas porque alem de ser eu o autor deste Blog, sou também cidadão, Munícipe, contribuinte e eleitor e como tal tenho direito à indignação , á contestação, á denuncia por falta de direitos de igualdade, á denuncia por falta de direitos de igualdade de oportunidade, á denuncia por atropelos aos direitos fundamentais dos trabalhadores, á reclamação e á reclamação de Justiça, tal como todos têm. Pena é que nem todos se identifiquem, sinal retrógrado de tempos que já lá vão, que em mim, não fazem efeito algum.
Igual a mim mesmo:
Carlos Gil


De bruna surfistinha a 1 de Dezembro de 2007 às 15:35
Eu que nunca comento, hoje apetece-me comentar, cá vai, blogs como este não deveriam sequer estar online, pois são uma umas aberrações do mundo cibernauta, o Sr. Gil cresça e apareça e dedique-se ao seu trabalhinho, que por acaso até o faz muito bem, deixe-se de se armar em político de 1ª categoria, e de uma vez por todos mande o blog a baixo pois sempre seria menos peso no servidor da sapo.

Boas festas e um santo natal


Bruna


De GIL a 2 de Dezembro de 2007 às 01:28
Pois é cara(o) Amiga(o) deitar o Blog abaixo? Porquê? Para que V. Exa. pudesse fazer o que quer e bem lhe apetece sem que ninguém intervenha e sem que ninguém denuncie? E sem que ninguém saiba? Isso é que era bom. Sabe que mais? Viva a Democracia, a liberdade, a liberdade de expressão, a Justiça, A Igualdade de Direitos, a igualdade de oportunidades. Abaixo arrogância a Vaidade, o totalitarismo, a presunção. Sabe que mais? Se o meu destino é lutar pelos ideais que frisei acima, estou aqui, e o meu nome é Carlos Gil, qual é o seu? Eu sei, quer que lhe diga? Pois cá vai...COVARDE, pois até do seu nome V. Exa. tem vergonha senão ter-se-ia identificado. O Souselalentejo existe, existirá por mais que V. Exa. não queira e a incomode. Vá surfando porque acho que é o que V. Exa sabe melhor fazer…ir de onda em onda, por onde o sabor do vento lhe levar melhor sorte, é por onde V. Exa. gosta de ir. SEM IDEAIS.
Carlos Gil


De jorge magrinho a 2 de Dezembro de 2007 às 18:18
nao gostas nao entres ó tás a sentir na pele alguma verdade


De bruna surfistinha a 4 de Dezembro de 2007 às 20:07
Não gostei do blog ponto final paragrafo, não tem nem pés nem cabeça, está mal feito o colega blogueer, não tem jeito nenhum para estas coisas conselho de amiga, mande-o a baixo e poupe-nos de levar com esta cena a todas as horas, o amigo dedique-se ao tricot, ou aos tapetes de Arraiolos...................................................................................................................................................................................................................................

bruna


http://www.brunasurfistinha.com/blogs/


De GIL a 4 de Dezembro de 2007 às 21:40
CADA UM COM OS SEUS GOSTOS. BASTA NÃO ENTRAR E CASO RESOLVIDO. CUMPRIMENTOS.
GIL


De mota a 5 de Dezembro de 2007 às 09:38
há por ai gente quem nem a cara dá e ainda por cima assina com nome de outros, fartava-me de rir a boazona da bruna vir comentar no blog do Gil, para quem não sabe a bruna era uma garota de programa que a medida que ia tendo as suas relações , comentava-as num blog, por isso dona "Bruna", va-se f................


mota


De Anónimo a 6 de Dezembro de 2007 às 11:49
o que não falta por ai são Brunas. e que Brunasssssss


De lápis azul a 12 de Dezembro de 2007 às 16:14
tás muito bem informado sobre as actividades da bruna tás.... ah mota meu ganda maluco!!!! lol


De GIL a 12 de Dezembro de 2007 às 18:27
Caro amigo Afonso Henriques:
Com certeza que não está pensar que esta é uma forma de persuasão para que a Funcionária Ana Rosa progrida na carreira pois não? Sabe porque pergunto? Porque não é finalidade minha persuadir mas sim agir. E agir, foi ter em sede própria, no tribunal Administrativo, interposto um processo contra a Câmara. Nesse processo foi dado razão á funcionária. Como vê não preciso de persuadir nada nem ninguém, utilizando este Blog. Quando temos razão AGIMOS. Não nos acovardamos em falsos nicks. E foi o que se fez. Entende? Contudo O senhor Afonso Henriques ou o Senhor Lápis Azul, ou o Senhor Anónimo, sendo a mesma pessoa, pois os IP´S são os mesmos, deveria para não ficar muito confuso, utilizar o seu próprio nome quando comenta para que não lhe chamem covarde. Mas acho que lápis azul fica-lhe muito mal, deveria ser isso sim , lápis o nome de Lápis cor-de-rosa, condiz mais com a sua fisionomia. ENTENDE????
GIL


De Joaquim José a 29 de Novembro de 2007 às 14:25
Um artigo bom bem elaborado mas não concordo . Os Souselenses são humildes. E se alguns nao são, são muito poucos.
Joaquim José


De canuum a 29 de Novembro de 2007 às 15:35
leia o texto...
canuum


De carlosgil a 29 de Novembro de 2007 às 23:36
Caro amigo Joaquim José
Fico satisfeito por saber que pensa como eu. Pelas suas palavras só posso depreender que concorda comigo. Ou então terá que retirar a segunda frase do seu comentário, e reformula-lo.
Obrigado pelo seu comentário.
GIL


De GIL a 28 de Novembro de 2007 às 18:46
Caro amigo Mário Bernardo:
É para mim, um imenso prazer ter-te por aqui, e saber o quanto é importante o factor identificação. Também fiquei surpreendido pelos comentários identificados que surgiram. Será sinal de que a mensagem que eu quis passar, alem de ter sido bem entendida, é ela um sentimento generalizado? Acho que sim. Penso também que os “poucos", personalizados no texto, devem de uma vez por todas, deixarem de subestimar os "muitos" , nem os tentem diminuir. Somos todos iguais perante a lei, dita a constituição da república Portuguesa. Há um pouco a ideia ainda retrógrada, fruto de uma democracia recente, de ver os que pensam que são grandes, julgarem que os outros ainda têm que baixar a cabeça para os cumprimentar. Nada disso meus amigos. Uma sociedade contempla todos, mas todos os cidadãos. Por ultimo tenho um pequeno recado a dar a alguns “poucos”. Por mais que a sociedade lhes tivesse OFERECIDO de MÃO BEIJADA o que hoje são e para que possam hoje gozar de vaidade e presunção, tornando-se até um tipo de comportamento vulgarizado, decadente e ridículo, nunca terão aquilo que se chama…O berço. Ou para entenderem melhor, esses ilustres “Poucos”…Educação. Mais um conselho, nunca substimem, QUEM NÃO CONHECEM, pois podem ficar surpreendidos.
Sempre o mesmo, e sem MEDO:
Carlos Gil


De Anónimo a 28 de Novembro de 2007 às 16:48
infelizmente é neste puzzle que temos de viver...pior, é neste puzzle k tentamos sobreviver, com peças desajustadas, falsas que apenas gostam de dar nas vistas, são peças vaidosas que se eskeçem k afinal são iguais a tantas outras e k um dia podem voltar a sê-lo...
continua Gil
parabéns
s.


De A.Saias a 28 de Novembro de 2007 às 15:55
Os culpados de termos a sociedade que temos éde quem da importancia a quem nao tem. Dantes é que se tirava o chapeu. e hoje á quem tire o chapeu so a gente rasca.
A.Saias


De Mário Bernardo a 28 de Novembro de 2007 às 15:43
Temos escritor. Um Abraço.

Agora estão todas as mensagens identificadas!!!!!!!!

Porque Será!

Mário Bernardo


De Joaquim Rosado a 28 de Novembro de 2007 às 14:40
Muito bem escrito e só não entende quem não quer. Realmente esta não é a sociedade que estamos habituados. Parabéns por seres a voz dos tais muitos.
Joaquim Rosado


De mota a 28 de Novembro de 2007 às 13:25
palavras para que ?? já disseram tudo, ehheheh

boas continuação amigo gil

mota


De J.Florentino a 28 de Novembro de 2007 às 12:38
Adorei este artigo.Éúm dos seus melhores. Parabéns.
J.Florentino


Comentar post

O souselalentejo agradece a todos aqueles que nos visitam diariamente e que queiram fazer deste uma fonte de informação, divulgação e opinião. Mais uma vez se informa que este blog é gratuito, e não tem como finalidade qualquer factor de ordem lucrativa. CONTACTOS: souselalentejo@sapo.pt TRADUZA ESTA PÁGINA PARA INGLÊS/IT TRANSLATES THIS BLOG FOR ENGLISH/TRADUISE CELUI-CI BLOG POUR ANGLAIS juegos gratis

Pesquisar neste blog

 

ARQUIVOS

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Janeiro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


LINKS

Blog Protegido

EUROMILHÕES

Gil Souselalentejo Sousel

Cria o teu cartão de visita
http://profile.imeem.com/uepcVJ/playlist/_uCmDtBY/

blog protegido