Sexta-feira, 31 de Agosto de 2012

souselalentejo ( partilha de josé Pascoal)

cola-se

PARTILHA POR JOSÉ PASCOAL
COLA-SE

José Pascoal
há cerca de uma hora · ..


PROFETAS DO NOSSO TEMPO

Já vou sendo do tempo, daqueles que ficaram ansiosos à espera para ver até que ponto o realizador do “ESPAÇO 1999”, estava a par dos desenvolvimentos técnico-científicos, na sua maioria a serem desenvolvidos no mais obscuro dos secretismos essenciais para a supremacia bélica deste planeta. Claro
que outros houve que apenas olharam para a série e peremptoriamente retorquiram: “isto é uma aldrabice!”
Sinceramente que hoje, gostava de interpelar esses “Velhos do Restelo” acerca da comparação que actualmente podem fazer entre a realidade e o ESPAÇO 1999. Provavelmente continuam a fingir que acreditam que tudo o que vêem continua a não existir.
Como não acredito em bruxas, mas que também sei “…que as há, há”, começo agora a interrogar-me acerca das fontes que deram origem à dita série televisiva e, simultaneamente, interrogar-me sobre todos os filmes classificados como de ficção científica, que por aí andam.
Não raramente (nesses filmes), a humanidade apresenta-se dividida em dois mundos sociais completamente distintos: os “abastados”, que vivem à superfície e os “não abastados”, que se vêem obrigados a viver num sub-mundo, geralmente escondido, onde vivem em contínuo convívio com os dejectos dos habitante do mundo superior, onde a luta pelos alimentos faz lembrar as savanas africanas e sujeitos ao repúdio dos superiores, que embora os rejeitando, sem eles não conseguem viver.
Em termos empíricos, creio ter a legitimidade à formulação das minhas próprias teorias vivenciais e fico bastante assustado sempre que sou assaltado por estas reflexões, que não parecem ser mais do que um “déjá vu”.
Se eu estiver certo, estes filmes são apenas e ainda o que nos pode alertar para o destino da humanidade. Estas formas de profetizar, são as únicas bases onde nos podemos agarrar para reflectir para uma provável realidade que nos espera e, de uma forma ou outra, envidar esforços no sentido de prevenir tal destino.
Pelo que me dá a perceber, os jovens preferem filmes de guerra e ou dramas de amor. Os jovens adultos, preferem qualquer coisa que os alivie do stress do dia-a-dia, os de meia-idade raramente vão ao cinema e os velhos… bem, nem pensem em chatear os ditos.
Prevejo que menos de 10% dos humanos vejam, apreciem e pensem acerca de “filmes de ficção científica”, pelo que apelo ao sacrifício de todos, de pelo menos uma vez na vida se deslocarem ao cinema ou alugarem um destes filmes para posteriormente reflectirem acerca das possíveis comparações com a realidade. Possivelmente irão conseguir encontrar pontos comuns com o meu pensamento.
Ninguém duvida de que o que nos está a acontecer se trata de uma orquestração de uma força monopolizadora capitalista. Ou ainda duvidam?
E estes maquiavelismos não são fantasia. São apenas desconhecidos pela grande maioria de nós, porque apenas nos estamos “lixando” para essas coisas que nos podem fazer ver aquilo de que fugimos, preferindo estar à espera para ver ser conseguimos subornar alguém para nos ajudar a subir ao “mundo superior”. No entanto, ainda existe alguém que por natureza, aprecia os momentos gastos na apreciação de tais macabras movimentações e assim surgem os livros, documentários, …, filmes. Ou seja, com base na actualidade e nos estudos comportamentais da sociedade ao longo da sua existência, torna-se, de alguma forma, possível extrapolar o que será o futuro.
A humanidade tem vindo a conhecer as mais variadas correntes filosófico-políticas. Cada uma agregando apoiantes, proclamando as suas virtudes, mas o que é certo é que ninguém apoia o que lhe é verdadeiramente prejudicial. Ou seja, cada corrente política terá a sua parte positiva e a sua parte negativa, dependendo da perspectiva.
A chamada sociedade moderna, parece ter aceitado viver sobre o conforto aparente da chamada Democracia. Ou seja: uma forma de fazer a população dar um cheque em branco ao vendedor da “banha da cobra”.
Primeiro babamo-nos com promessas e depois, quando acordamos, descobrimos que fomos enganados, mas já é tarde e temos que nos aguentar mais uns anitos.
Afinal os que supostamente nos deveriam defender são precisamente os que nos deitam poeira para os lhos para mais facilmente nos dominarem, que deveriam criar condições para a sociedade se desenvolver harmoniosamente mas que de forma ardil semeiam a guerrilha, que deveriam gerir o que é nosso, mas que acabam por esbanjar tudo o que nos pertence e a troco dos seus proveitos, nos hipotecam até não podermos mais respirar.
Mas…, quase volvidos esses “anitos”, rapidamente esquecemos o que passamos e voltamos a deixarmo-nos intoxicar por mais das mesmas promessas… e voltamos ao mesmo.
E votamos, para eleger aqueles que melhor nos enganarem. Porque um mau mentiroso descobre-se facilmente e o honesto, é tão honesto que deixa a duvidar.
Mas se sabemos que constantemente somos enganados, também cada vez mais vamos sabendo que a política vive sob a batuta do capitalismo. Ou seja: nós elegemos os peões, que se têm que desenrascar a conseguir encontrar as palavras certas para nos fazerem aceitar que o grande capitalismo apenas tem que ganhar cada vez mais para nos ajudar.
Temos que parar!
Temos que interromper o ciclo.
Está provavelmente na altura certa para alterar o paradigma social que nos ofusca. Parece-me que já todos sabemos que não nos devemos deixar enganar por gravatas ou por outro tipo de máscaras sociais. A beleza e a capacidade individual aprecia-se através da natureza humana e nunca naquilo que se usa para esconder essa realidade.
Ainda temos uma arma poderosa. Talvez o nosso único refúgio.
Ajudem-me a pensar no sentido de conseguir entender o que pode acontecer no dia em que apenas decidir-mos… não votar!

PUBLICADO POR: carlosgil às 22:12
LINK DO POST | COMENTAR | Adicionar aos favoritos
1 comentário:
De Tonho Grilo a 18 de Setembro de 2012 às 13:09
Revejo-me inteiramente neste pensament,parabens,creio que não deve ficar só por este Blog,mas sim divulgar-se. O mais possivel.


Comentar post

O souselalentejo agradece a todos aqueles que nos visitam diariamente e que queiram fazer deste uma fonte de informação, divulgação e opinião. Mais uma vez se informa que este blog é gratuito, e não tem como finalidade qualquer factor de ordem lucrativa. CONTACTOS: souselalentejo@sapo.pt TRADUZA ESTA PÁGINA PARA INGLÊS/IT TRANSLATES THIS BLOG FOR ENGLISH/TRADUISE CELUI-CI BLOG POUR ANGLAIS juegos gratis

Pesquisar neste blog

 

ARQUIVOS

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Janeiro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


LINKS

Blog Protegido

EUROMILHÕES

Gil Souselalentejo Sousel

Cria o teu cartão de visita
http://profile.imeem.com/uepcVJ/playlist/_uCmDtBY/

blog protegido