Sexta-feira, 17 de Junho de 2011

souselalentejo. A pedido de ( PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS)Regional do Alentejo (DRA)


PARTIDO COMUNISTA PORTUGUÊS

      Direcção
Regional do Alentejo (DRA)


 A Direcção Regional do Alentejo, reunida no dia 14 de Junho,
fez o balanço da campanha para as eleições legislativas realizadas no passado
Domingo, dia 5. Apreciou os resultados eleitorais e os previsíveis desenvolvimentos
que delas decorrem. Procedeu à análise da situação económica e social na
região, e definiu o calendário de iniciativas de acção política para os
próximos meses.

 

I

Mais força e confiança, para
prosseguir a luta pela justiça social e o desenvolvimento do Alentejo

 

A DRA do PCP congratula-se pela dinâmica campanha eleitoral
da CDU, levada a cabo pelos militantes do PCP, do Partido Ecologista “Os Verdes”,
e por centenas de independentes nos diversos distritos, concelhos, freguesias e
empresas da região que, procurando contrariar a brutal ofensiva ideológica
promovida pelos fazedores de opinião locais, regionais e nacionais, levaram o
esclarecimento, mobilizaram vontades, e despertaram energias, tendo contribuído
inegavelmente para uma mais generalizada percepção e consciência sobre os
problemas que afectam transversalmente toda a região, as causas e os
responsáveis pela situação a que a esta chegou.

 

Assistiu-se a uma enorme campanha ideológica, muito assente
nos principais meios de comunicação social que se confirmaram nesta campanha
como instrumentos do grande capital ao serviço da política de direita e dos
partidos que a servem, com o objectivo de conduzir os eleitores à resignação,
ao conformismo, e à desistência, apresentando os causadores da situação como a
solução, a mistificação, distorção e deturpação da mensagem, o aproveitamento
do aparelho de Estado e suas estruturas descentralizadas na região, as ameaças
e a instalação do medo, a ocultação das consequências para o povo e para a
região decorrentes do pacto de submissão e agressão aos trabalhadores e ao povo.

 

Neste quadro, a manutenção dos deputados da CDU, eleitos
pelos círculos eleitorais de Évora e Beja e o contributo assinalável que os
concelhos do Litoral Alentejano deram para a eleição de deputados da CDU no
círculo eleitoral de Setúbal, bem como a manutenção no essencial da votação na
CDU no distrito de Portalegre é o resultado do empenhado trabalho de
esclarecimento e mobilização popular que o PCP e a CDU desenvolveram antes e
durante a campanha eleitoral.

 

A quebra de votos na CDU em vários concelhos não pode
ocultar as expressivas votações da CDU na região, traduzidas nas altas
percentagens obtidas e na sua vitória em oito concelhos.

 

Os resultados agora obtidos pela CDU, merecendo reflexão em
cada uma das organizações regionais, constituem um estímulo e dão-nos confiança
para prosseguir com determinação a luta, que vai continuar, contra a degradação
económica e social na região e por um Alentejo desenvolvido e próspero ao
serviço dos trabalhadores e do povo alentejano.

 

Gorando expectativas e empenhamentos desmesurados por parte
de alguns daqueles que antes se apresentaram como independentes, mas que
depressa apoiaram o PS nalguns dos círculos eleitorais da região, o PS sofreu
uma pesada derrota resultado da sua política contra os trabalhadores e o povo.

 

Os resultado obtidos pelo PSD e o CDS, longe de significarem
um apoio claro aos seus projectos de destruição de direitos sociais, de degradação
das condições de vida dos trabalhadores e do povo da região, patente no pacto
de agressão e submissão assinado com a troika
estrangeira - é o resultado da expressão directa do descrédito acumulado pelo
PS, e sobretudo de uma ardilosa campanha destinada a esconder as suas
responsabilidades na situação, a iludir a sua identificação e percurso comum
com o que de pior o governo do PS concretizou e a esconder os seus reais
propósitos e programa de acção.

 

II

Com os trabalhadores e o povo
Alentejano, prosseguir a luta

 

Com o pacto de agressão e submissão, assinado pelo PS, PSD e
CDS, paira sobre a cabeça dos trabalhadores, dos reformados e pensionistas, dos
pequenos e médios empresários e agricultores e das novas gerações uma
fortíssima ameaça aos seus direitos e condições de vida e sobre a região o
espectro de mais atraso, menos serviços públicos, mais desertificação.

 

Em toda a região, a par do crescimento do desemprego,
crescem os pólos de fome e miséria. Milhares de desempregados deixaram de ter
qualquer apoio social, milhares de crianças deixaram de ter direito ao abono de
família e a maioria dos reformados e pensionistas recebem pensões muito abaixo
da média nacional.

 

O PIB per-capita, que mede a riqueza criada por habitante, é
inferior à média nacional e a precariedade laboral alastra, arrastando milhares
de jovens para um futuro ensombrado.

 

A DRA do PCP alerta para o facto de, a somar ao conjunto de
medidas previstas no "Memorando de Entendimento" com que PS, PSD e CDS
se comprometeram com a troika estrangeira,
o PSD e o CDS quererem agora avançar com mais medidas, no sentido de agravarem
ainda mais as condições de vida dos que vivem do seu trabalho, e beneficiarem a
banca e os grupos económicos.

 

A DRA do PCP apela aos trabalhadores, aos reformados e
pensionistas, às novas gerações, a todos quantos são atingidos pelas políticas
que conduziram a região ao atraso e os que nela vivem e trabalham para que
resistam e lutem em defesa dos seus interesses e direitos, contra o
encerramento de escolas, serviços de saúde, postos dos CTT e demais serviços
públicos, contra o corte nos transportes a doentes não urgentes, contra a
redução de concelhos e freguesias e contra o aumento da exploração, por uma
vida melhor e um Alentejo a produzir.

 

III

Reforçar o PCP, desenvolver a acção
e iniciativa política

 

A DRA do PCP salienta a importância da realização da Festa
do Avante, a 2,3, e 4 de Setembro e apela a um redobrado empenho do colectivo
partidário visando o seu êxito.

 

A DRA do PCP confirmou a data de 27 de Novembro de 2011,
para a realização da 4ª Assembleia Regional do Partido no Alentejo, tendo
estabelecido o calendário da sua preparação.

 

A DRA do PCP apela a todas as organizações do Partido para que,
na decorrência da avaliação e análise aos resultados eleitorais, concentrem as
suas forças e energias no reforço do Partido, aprofundando a sua estruturação,
recrutando, responsabilizando mais camaradas, ampliando a divulgação e venda da
imprensa partidária, dando corpo à campanha de fundos em curso, promovendo a iniciativa
política com a realização de iniciativas viradas para os trabalhadores e o
povo, divulgando as nossas propostas para a região e o projecto de sociedade
pelo qual nos batemos há 90 anos.

 

Alentejo, 14 de Junho de 2011

A Direcção Regional do Alentejo do
PCP

Contacto: João Dias Coelho (91 96 33 471)              


PUBLICADO POR: carlosgil às 15:02
LINK DO POST | COMENTAR | Adicionar aos favoritos
O souselalentejo agradece a todos aqueles que nos visitam diariamente e que queiram fazer deste uma fonte de informação, divulgação e opinião. Mais uma vez se informa que este blog é gratuito, e não tem como finalidade qualquer factor de ordem lucrativa. CONTACTOS: souselalentejo@sapo.pt TRADUZA ESTA PÁGINA PARA INGLÊS/IT TRANSLATES THIS BLOG FOR ENGLISH/TRADUISE CELUI-CI BLOG POUR ANGLAIS juegos gratis

Pesquisar neste blog

 

ARQUIVOS

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Janeiro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


LINKS

Blog Protegido

EUROMILHÕES

Gil Souselalentejo Sousel

Cria o teu cartão de visita
http://profile.imeem.com/uepcVJ/playlist/_uCmDtBY/

blog protegido