Sexta-feira, 8 de Abril de 2011

Souselalentejo (Eleições para “Inglês ver” ? O povo não é burro)

 

            Politicamente conversando…

 

            Como todos sabemos , Portugal lá resolveu pedir ajuda á União Europeia e ao F.M.I.

            Assim sendo certamente que algumas contrapartidas haverão de haver a troco da ajuda externa ao qual, muitos temiam.

            Contudo há algo que não compreendo e espero dos comentadores algumas respostas que me ajudem a interpretar o que de interrogado ponho.

            Vamos ver…

            Ainda antes de ser apresentado um pedido formal de Portugal á ajuda externa, foi apresentado em Assembleia da Republica o tal famoso “ PEC IV”  Esse PEC, PROGRAMA DE ESTABLIDADE E CRESCIMENTO, foi reprovado pela maioria da Assembleia da Republica através dos partidos da oposição ao Governo.  Até aqui tudo bem e compreendo. O que não entendo é que após essa reprovação Portugal tenha pedido ajuda externa, com consentimento do maior Partido da Oposição ou seja, PSD. Resumindo, e para ser breve pergunto se o PEC IV, era demasiado hostil e demasiado penalizador para os Portugueses, então o porquê do pedido de ajuda externa ser consentido pelo mesmo partido que chumbou o PEC IV? Orgulho? Não sei, o que sei é que temos a partir de agora linhas gerais e orientadoras de uma politica a seguir, seja por que partido politico for, que vença as eleições. Ora assim sendo pergunto , se o nosso Presidente da Republica sabia que esse mesmo pedido de ajuda externa era inevitável, o porquê de não ter feito ele próprio um Governo provisório até as eleições?

            Resumindo, qualquer Partido que venha a vencer as eleições em Portugal, será o mesmo, não independente mas sim submisso ás politicas externas impostas pelo F.M.I. e Comissão Europeia. Assim sendo, que nos importa saber que Partido vencerá as Eleições? Nada, tendo em vista que a imposição de politicas terão obrigatoriamente que ser seguidas a mando e vontade da Alemanha e demais Países Desenvolvidos? Há que fazer a pergunta do porquê de eleições, gastos astronómicos nas mesmas, quando a politica a seguir obrigatoriamente terá que ser só a que os demais países Autoritários nos mandarem seguir? Não entendo e gostaria de saber qual a resposta…será o velho sonho, um Presidente, um Partido uma Maioria ? Mas vença quem vencer não há que seguir respeitosamente as politicas imperialistas de quem nos vai ajudar?  Imaginemos que vença o PSD., ou o PS, ou o PCP/PEV, ou e CDS, ou O CDS/PSD, ou ainda o PS/PSD, ou PCP/PEV/BE, ou o BE…Não há que seguir restritivamente o que é

 Imposto através de medidas , da parte de quem nos vai ajudar financeiramente? Resposta , claro que sim. E se a resposta é sim, então pergunta-se do porquê de eleições?  

            Na minha mais humilde opinião, Cavaco Silva, por mais que diga que respeitou a vontade dos Partidos, em quererem essas mesmas eleições, falhou ao não formar um governo provisório, ou Governo de Salvação Nacional, ou Governo de intervenção imediata de protecção ao País.

            Por mais que me digam que, O Sr. Presidente da Republica é isento, jamais poderei dizer que é, tendo em atenção a ordem dele, ao impor eleições quando as mesmas eram desnecessárias.

            Não entendendo nada de Politica mas gostando da Politica :

Assino

Carlos Gil


PUBLICADO POR: carlosgil às 23:53
LINK DO POST | COMENTAR | Adicionar aos favoritos
13 comentários:
De kilas o mau da fita a 14 de Abril de 2011 às 10:47
caro Gil:

Vim aqui apenas deixar-lhe um link para um artigo muito interessante publicado no insuspeito new york times e a que o português diário económico, entre outros, dá destaque. Para quem se interessa por estas coisas, talvez ajude muita gente a perceber como funciona o grande jogo da economia mundial e como ela pode realmente chegar a afectar cada um de nós. Trata-se de uma visão de quem está de fora e de uma perspectiva mais factual e distante do jogo político nacional. Curiosamente apesar de falar essencialmente sobre Portugal o artigo destina-se a alertar os... americanos. Deixo aqui os links para a versão em português e a original em inglês para quem tiver curiosidade em ler:

http://economico.sapo.pt/noticias/portugal-foi-vitima-de-pressao-injusta-e-arbitraria-de-mercados-financeiros_115916.html

http://www.nytimes.com/2011/04/13/opinion/13fishman.html

cumps


De carlosgil a 14 de Abril de 2011 às 21:23
Os mercados internacionais em a mandarem nas economias Europeias... ha que repensar em tudo isto..
Gil


De Anónimo a 11 de Abril de 2011 às 00:29
Boa noite,

Caros leitores,

Não concordo, quando se diz que o Presidente da República devia formar um governo provisório, ou de salvação Nacional. O mal já tinha sido feito pelos governos anteriores. Devia sim apoiar. Com esta atitude provoca instabilidade política. Não vamos culpar o PS, o Eng. Sócrates. Aliás tem sido um homem com H. Um homem de grande luta. Pois não é fácil gerir sem dinheiro. O PSD não aprovou o PEC IV, mas aprova o PEC V. Os partidos da oposição só sabem criticar, destruir. Façam críticas construtivas. Críticas com sentido, com soluções. Com estas eleições só vão dar mais força ao PS. Agora com a entrada do FMI, é que vão sentir a disciplina. Vamos todos anda linha.

Cumprimentos

Filho de Sousel



De Joaquim Gil a 11 de Abril de 2011 às 17:12
Este anónimo, não sei se o devo tratar por filho de Sousel, ou de outra coisa qualquer, uma vez que não põe nome, é certamente uma pessoa de muita fé, e acredita em tudo o que ouve, não acredite em Sócrates, aliás em nenhum político, eles distorcem sempre o sentido das palavras, consoante a sua conveniência, concordo que o Presidente não devia nomear um governo de salvação, pois isso seria mais um prego para o caixão, isto tinha de levar esta volta e o primeiro a chegar a essa conclusão, foi precisamente Sócrates e também Teixeira dos Santos, se eu pedir dinheiro ao banco para o meu negócio e se mais tarde tiver de pedir a outro banco para pagar o empréstimo e o fizer sucessivamente, estou sempre a aumentar a minha dívida e a criar uma situação insustentável que tem de ter um fim trágico, se eu não conseguir, com o rendimento do meu negócio, liquidar os compromissos, assim está o país e os partidos não têm a força necessária para por o país a crescer, por isso, ambos querem o FMI, o resto é tudo resultado da política que a cada um interessa fazer!


De Anónimo a 12 de Abril de 2011 às 01:33
Boa noite,

Sr. Joaquim Gil,

Tratar de outra coisa qualquer. Vamos com calma. Não faltei ao respeito a ninguém. Tenho as minhas ideias, e opiniões. Para além disso não o conheço de lado nenhum. Falando do tema, que gerou esta "discussão". Acredito naquilo que penso, não o que oiço. Tenho opinião própria. Abordando o seu texto. Não sei o que quer dizer com pedir ao banco, empréstimo. Que grande confusão. O seu comentário em resposta ao meu não faz qualquer sentido. Ou seja não liga a bota com a perdi gota .

Cumprimentos

Filho de Sousel


De Joaquim Gil a 12 de Abril de 2011 às 20:54
Sr. "anónimo", não se exalte quanto à minha dúvida sobre a sua ascendência, digo-lhe que a minha é a normal do comum dos mortais, quanto a não me conhecer, eu ponho o meu nome e apelido, é só informar-se, já eu não posso fazer o mesmo, mas eu já o conheço, uma vez que não compreendeu o meu raciocínio sobre empréstimos bancários, está apresentado!


De Joaquim Gil a 10 de Abril de 2011 às 22:29
Caro amigo, tenho acompanhado todo este processo com muita atenção e até por isso, tenho descurado a minha colaboração nos nossos blogs, mas vou-lhe expor o que penso sobre tudo isto, o Presidente disse bem, todos os partidos preferem eleições, os pequenos, porque estão convencidos beneficiar com a briga dos "galos" e vão subir, PSD e PS, os dois pela mesma razão, também querem eleições e embora não o manifestem, ambos querem o FMI, porque também ambos sabem que as exigências são de tal gravidade, que só "em nome do FMI" podem ser levadas a cabo, vão ter de ser mexidos muitos interesses instalados, que, qualquer partido que o fizesse por si só, seria queimado por muitos anos, que ninguém tenha dúvidas, a situação de crescente endividamento, com juros sempre a subir era insuportável, a estratégia do PS foi perfeita, conseguiu, pelo menos, dividir as culpas de tudo isto com a oposição, concorda? Um abraço


De carlosgil a 11 de Abril de 2011 às 12:55
Concordo plenamente.
Gostaria era que o FMI, retirasse algum poder da Banca. Pois esses vao a pouco e pouco enchendo os bolsos e mandando neste pais.
Abraço


De LUIS a 10 de Abril de 2011 às 02:42

NÃO AO VOTO


De Pedro Marques a 10 de Abril de 2011 às 00:45
As soluções não podem passar pelo executivo que está em funções. Vejamos, as medidas do PEC IV tinham acumuladas as alterações imprescindíveis tais como: ajuste dos quadros públicos, racionalização das empresas públicas, eventual eliminação de fundações (já vão em 700, pagas pelo contribuinte, claro). Estas alterações transitaram do PEC I sem que tenham sido executadas, às excepção do aumento dos impostos, claro. Ocultação grave de números oficiais, falta de transparência nos organismos públicos (foram organizados grupos de trabalho para verificação de contas cujos membros tiveram que sair porque não lhes era fornecida informação para trabalhar).
Moro em Lisboa e no contacto que tenho diariamente com entidades públicas posso garantir que praticamente elas todas estão minadas de cargos políticos com supranumerários que não trabalham e nem deixam trabalhar. É custoso que nós, como contribuintes, tenhamos que dar o nosso suor para sustentar tanto calão. Com esse dinheiro teríamos certamente hipótese de apostar muito mais na capacidade produtiva do país, especialmente no turismo que deveríamos ser o melhor destino do mundo.
O Presidente da República não manda e nem tem os poderes que as pessoas gostariam que tivesse. O PR não pode mudar o governo que foi eleito pelo povo e tem que continuar assim - cada macaco no seu galho.
Na minha opinião tem que haver uma alteração do executivo. 6 anos é muito tempo para arranjar desculpas esfarrapadas de que tínhamos tudo controlado mas afinal foram os outros - aqueles que não governam - que deram cabo do país.
Peço a todos que votem mas de uma vez por todas leiam um programa eleitoral e escolham aquele que concordam mais. E se eles não cumprirem, na próxima que votarem, castigem-nos!

1 Abraço de Lisboa.

Pedro A. Marques


De @mota@ a 9 de Abril de 2011 às 14:54
o amigo isento eheheh, claro que não psd psd psd, vira o disco e toca o mesmo, estamos fartos ps e psd jamais!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!


De maria albano a 9 de Abril de 2011 às 00:03
também concordo, para que mais eleições?
afinal, nós portugueses gostamos de estar sempre no fundo. ainda não é desta que isto vai mudar, para mal de nós e dos nossos.


De soiseles a 10 de Abril de 2011 às 02:22
Boa noite,

Amigo Gil não me espantam as tuas perguntas e dúvidas, pois acho que na presente situação cada um de nós terá as suas dúvidas, acho que na tua reflexão há uma pergunta pertinente que convêm esclarecer; porque é que o PEC IV não passou ??
Como tu dizes não foi aprovado pelo PSD por ser demasiado hostil, mas sim, (e já não sei onde li isto) por ser pouco hostil ou seja o PSD achou que ainda faltavam mais medidas de austeridade para penalizar os Portugueses isto que fique bem claro !!!
Quanto ás eleições propriamente ditas haverá as mais variadas opiniões, e não estando eu a defender nem um nem outro partido, acho que vale a pena relembrar que nos últimos seis anos de governação do PS houve quase de tudo;

-atentados à democracia quase todos os dias, com ameaças intimidativas ao povo, trabalhadores comunicação social etc etc

- processos de corrupção; "caso Freeport" "sucatas" "face oculta" "escutas destruídas" etc etc

- a justiça nunca esteve como está ou seja simplesmente não existe e ninguém acredita nela, só os que são protegidos por ela claro !!!
como disse alguém "a justiça em Portugal não foi pensada para os ricos" !!!

- a saúde nem vale a pena fazer comentários pois todos nós sabemos como está

- mentiras e mais mentiras todos os dias, no Jornal da uma o executivo diz uma coisa do Jornal da noite já se diz outra !!!

Acho que na conjuntura actual o povo Português tem que ter uma palavra a dizer antes que seja tarde demais.
Vamos todos votar dia 05 com responsabilidade e tentar mudar as coisas, vamos mudar de quadrante politico em Portugal, porque não ???
porquê sempre os mesmos a frente dos destinos do País ?? Será que se o PCP, BE e até chego a dizer Verdes fariam pior do que estes Senhores fizerem ???

Acho que vale a pena reflectir !!!

cumps.
Augusto Albano



Comentar post

O souselalentejo agradece a todos aqueles que nos visitam diariamente e que queiram fazer deste uma fonte de informação, divulgação e opinião. Mais uma vez se informa que este blog é gratuito, e não tem como finalidade qualquer factor de ordem lucrativa. CONTACTOS: souselalentejo@sapo.pt TRADUZA ESTA PÁGINA PARA INGLÊS/IT TRANSLATES THIS BLOG FOR ENGLISH/TRADUISE CELUI-CI BLOG POUR ANGLAIS juegos gratis

Pesquisar neste blog

 

ARQUIVOS

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Janeiro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


LINKS

Blog Protegido

EUROMILHÕES

Gil Souselalentejo Sousel

Cria o teu cartão de visita
http://profile.imeem.com/uepcVJ/playlist/_uCmDtBY/

blog protegido