Quinta-feira, 30 de Setembro de 2010

souselalentejo ( Medidas do Governo e considerações)

Muitos dirão mas…quem pensam estes ser para publicar este tipo de artigo?

            Responderemos que somos todos Portugueses , contribuintes , trabalhadores e que temos todo o direito de fazer qualquer tipo de critica seja ela construtiva ou destrutiva sobre tudo o que na alma nos vais e neste caso especial, da Proposta de Orçamento para 2011.

            Resumindo, Propostas anunciadas e publicas…

 

REDUÇÃO DA DESPESA

1. Congelamento do investimento até ao final do ano (já em 2010)

2. Corte de 5% dos salários da Função Pública

3. Redução da despesa com ajudas de custo, horas extraordinárias e acumulação de funções, bem como impossibilitar a acumulação de salários públicos com pensões (já em 2010)

4. Congelamento das pensões durante o ano de 2011

5. Redução em 20% com o Rendimento Social de Inserção

6. Redução da despesa com indemnizações compensatórias e subsídios às empresas

7. Congelamento de promoções e progressões na carreira

8. Redução em 20% na frota automóvel do Estado

9. Congelamento das admissões e redução do número de contratados na Função Pública (já em 2010)

10. Congelamento do abono de família para os rendimentos mais elevados (já em 2010)

11. Redução das transferências para os fundos e serviços autónomos, para as autarquias e para as regiões.

12. Reduzir as despesas no âmbito do Serviço Nacional de Saúde, nomeadamente com medicamentos e meios complementares de diagnóstico (já em 2010)

13. Reduzir os encargos da ADSE (já em 2010)

14. Reduzir as despesas com o PIDDAC

15. Extinguir/fundir organismos da Administração Pública directa e indirecta

16. Reorganizar e racionalizar o sector Empresarial do Estado reduzindo o número de entidades e o número de cargos dirigentes


AUMENTO DA RECEITA

1. Aumento da taxa máxima do IVA para 23%

2. Revisão das tabelas anexas ao Código do IVA

3. Imposição de uma contribuição ao sistema financeiro em linha com a iniciativa em curso na UE

4. Revisão das deduções à colecta do IRS

5. Revisão dos benefícios fiscais para pessoas colectivas

6. Convergência da tributação dos rendimentos da categoria H com regime de tributação da categoria A

7. Aumento em 1 ponto percentual da contribuição dos trabalhadores para a Caixa Geral de Aposentações (já em 2010)

8. Código Contributivo

9. Outras receitas não fiscais previsíveis resultantes de concessões várias: jogos, explorações hídricas e telecomunicações

            RESUMINDO pelo souselalentejo

            Diremos o seguinte sobre as mesmas após um elaborado estudo e analise.

            É necessário ir tão longe. Sim senhor é, mas não sabia o Governo que teria mais cedo ou mais tarde de as anunciar?

            Se era necessário porque não as tomou em tempo útil?

            Se era necessário porque não se agiu no “ time” certo e hora certa?

            Passos Coelho o lider do maior Partido da oposição disse " se houver aumento de impostos, não viabilizaremos o orçamento". Veremos até onde chegará essa coragem. Pois para nós, está tudo ( cozinhado) a troco de uma eleição Presidencial.

            Perguntamos… e em relação á redução na despesa o seguinte:

            Institutos públicos, empresas publicas de vários Ministérios servem presentemente para quê? Sabemos existir Empresas publicas , e Institutos, cujos Administradores e “acompanhantes”  auferem dez vesez mais de vencimento que o Próprio Presidente da Republica. Por acaso estas medidas irão reflectir numa menor despesa, ou numa mais valia em Termos de receita  publica?

            Aumento do Iva para 23%. reflectir-se-á este aumento  para o incentivo ao investimento Publico e  empregabilidade? Dizem os analistas que não.

            Corte de 5% nos salários da Função Publica aqueles que auferem vencimentos superiores a 1.500,00 Euros. Pergunta-se e aqueles que auferem vencimentos muito acima desse plafond, não seria benéfico para o estado estabelecer uma percentagem maior? Ou seja… quanto mais ganhas, mais te cortarão? Não seria Justo?

            Redução em 20% com o Rendimento Social de Inserção. Não basta cortar…há que pô-los a trabalhar e a contribuir para a sociedade. Não admitimos ficar sem o abono de familia quando outros que nunca para a sociedade contribuiram em nada,  recebam para estar em casa sem nada para fazer. Recebem , trabalham, não querem trabalhar não recebem. Serviço comunitário , não falta.

            Reduzir os encargos da ADSE (já em 2010). Sim senhor, dêem aos Funcionários Públicos  um modelo igual á Segurança Social, sinal de que eles teriam os mesmos direitos aos restantes trabalhadores… Transportes gratuitos para realização de exames, transporte gratuito para consultas externas, pagamento único e só de taxa moderadora para qualquer acto médico independentemente do que seja. Ai sim, seremos todos iguais.

            Estranha-se que não se imponha algo de contributivo em relação á banca. Ás mais valias. Muito estranho.

            Estranha-se também que ninguém fale dos exorbintantes gastos das Autarquias, para nós o maior despesismo do Estado Portugues.

            Estranha-se também que ninguém fale das empresas publicas, EPE, recem criadas que dão o dobro do prejuízo que dariam antes de se tornarem empresas. Carros das mesmas  empresas ao serviço dos mesmos, cartões da Galp frota, Telemóveis com plafond exorbintante, almoços á conta do contibuinte...etc....etc....etc, fora o tempo semanal, repetimos, SEMANAL, que não comparecem a essas mesmas empresas. Quando comparecem , dão uns beijinhos ás funcionárias e cumprimentos aos funcionários e,  " toca a assinar papeis" e está o serviço feito para um mês.

               Estranha-se que ninguém fale da enormidade de gestores, secretários, secretários dos secretários, e (graxistas) dos trisecretários, que de serviço só mostram as queixinhas,   e apoiantes de gestores, secretários e secretárias, que abonam  em vencimento á custa dessas empresas , que quanto a nós só fizeram enriquecer meia dúzia de pseudo-gestores amigos do amigo do tal amigo do Ministro.

               Há mais de 400 institutos publicos que para nada servem, a não ser encher os bolsos dos gestores e Presidentes dos mesmos.

               Estranha-se que ninguém fale da enormidade dos gastos  das despesas publicas , gasta por meninos doutorados em economia mas que o único exercício económico que fazem é o recheio das suas contas bancárias em detrimento de uma eficaz e boa gestão das empresas que dirigem.

            Por ultimo e por motivos de este artigo ser extenso e longo, correndo o risco do mesmo não ser lido pelos leitores na integra diremos…

            Não há Português algum que presentemente se sinta em condições de dizer que , Portugal é um bom país para se viver e trabalhar.         

            Assinado: Colaboradores do souselalentejo


PUBLICADO POR: carlosgil às 20:17
LINK DO POST | COMENTAR | Adicionar aos favoritos
4 comentários:
De José Lebre a 1 de Outubro de 2010 às 09:55
A pouco esqueci-me. É preciso vir um palhaço qiualquer da OCDE a portugal para esta canalha toda tomar alguma posição? E quando digo posição é tramar aqueles que trabalham porque os que não trabalham e ganham muito vão ficar precisamente na mesma. VENHA O FMI


De José Lebre a 1 de Outubro de 2010 às 09:07
Diga-nos então qual era o tempo util em que estas medidas deveriam ter sido tomadas? O Dr. Passos Coelho não é mais que um Pau mandado dentro do PSD como todos os outros que ja por la passaram.Em relação ao Governo, este que é o mesmo do anterior governa como se tivesse maioria absoluta, como não tem oposição é quase a mesma coisa.O Problema não é de agora, agora so é mais dificil resolver toda a merda que o Sr. Presidente da Republica desencadeou quando la esteve no governo.


De carlosgil a 1 de Outubro de 2010 às 13:09
O tempo util caro amigo foi quando Fereira Leite , apesar de Velhinha, aquando da sua eleição para o PSD, DISSE QUE ESTAS MEDIDAS DEVERIAS SER TOMADAS , SOB PENA DE TERMOS UM FUTURO NEGRO-... EI-LO... O NEGRO DO PRESENTE


De Joaquim Gil a 30 de Setembro de 2010 às 21:38
Amigo Gil, é efectivamente longo o seu raciocínio, que eu chamaria "chover no molhado", muitas são as atrocidades que denuncia, muitas mais poderia apontar, algumas que ambos conhecemos, repare, enquanto o sistema partidário( a que chamam família política) e que eu apelido de loby político, se pautar pelo sistema vigente, não vão acabar as clientelas, que estão na origem de tudo o que aqui aponta e é por isso que, como muito bem diz, nisto ninguém fala


Comentar post

O souselalentejo agradece a todos aqueles que nos visitam diariamente e que queiram fazer deste uma fonte de informação, divulgação e opinião. Mais uma vez se informa que este blog é gratuito, e não tem como finalidade qualquer factor de ordem lucrativa. CONTACTOS: souselalentejo@sapo.pt TRADUZA ESTA PÁGINA PARA INGLÊS/IT TRANSLATES THIS BLOG FOR ENGLISH/TRADUISE CELUI-CI BLOG POUR ANGLAIS juegos gratis

Pesquisar neste blog

 

ARQUIVOS

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Janeiro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


LINKS

Blog Protegido

EUROMILHÕES

Gil Souselalentejo Sousel

Cria o teu cartão de visita
http://profile.imeem.com/uepcVJ/playlist/_uCmDtBY/

blog protegido