Segunda-feira, 12 de Abril de 2010

souselalentejo ( João Boto Ex. Funcionário da Pousada, de alma e coração )

Passaram 17 anos sobre a Pousada de São Miguel, como em todos os sítios por onde se trabalha temos dias bons e dias maus. Mas nas nossas próprias casas também acontece e também os temos. Passaram por ali clientes, hóspedes, que passaram de desconhecidos a amigos. Éramos uma família, recebíamos como uma família, tínhamos o gosto da arte de bem receber. Quem faz uma casa é quem está atrás do balcão, é quem dá a cara, é quem fala com os clientes, com os hóspedes.....falamos todos, numa unidade hoteleira, todos falamos, com a fala comum, com os gestos, com a limpeza, com a higiene, com o servir de uma bebida, a cozinheira ajuda-nos com as suas mãos e a magia de transformar a comida e ela fala com o estômago......

Mas acabou-se, foi o fim de um sonho, famílias que tiravam daquela unidade o sustento do dia a dia. Fechou-se porque não dava lucro! Não dava lucro? Que lucro queriam que desse?

Sempre ouvi dizer que a Pousada de São Miguel não era para as pessoas de Sousel, era para quem vinha de fora, faziam a rotunda e subiam a serra e nem sequer entrava em Sousel. Neste caso a Pousada de São Miguel nunca poderá dar, a Pousada precisa das pessoas de Sousel para sobreviver. Os preços demasiado altos, 1 café custava 3€, nem os próprios hóspedes tomavam café, já não falamos numa cerveja que poderia custar 4€. O vinho chegava a sofrer um valor de 300 a 400%, para acompanhar uma refeição. Poderão realmente os preços serem um pouco mais altos, porque temos uma paisagem a vender, temos que ser realistas e colocar os pés bem assentes na terra e saber se queremos manter a porta aberta ou não.

Em tempos houve quem fosse ás próprias agências vender a Pousada e vender a nossa vista e tudo o que a Pousada representa, neste momento estavam a ser feitos programas englobando todas as unidades de norte a sul do pais, esquecendo a realidade das Pousadas, cada uma no seu sitio, cada uma no seu estilo, as Pousadas são a representação do pais que temos, pequenino mas muito diversificado em todos os sentidos.

A realidade de Sousel, não é a mesma de Estremoz, de Vila Viçosa, Évora. Sousel está afastado 17km de Estremoz, da auto-estrada, da internacional, para o cliente aparecer é preciso chamá-lo e saber chamá-lo para ele vir, porque uma equipa de trabalho já a Pousada tem.

São precisas infra-estruturas para trazer o hóspede a Sousel, o que tem Sousel para visitar? O que existe em Sousel para fazer a nível que turismo de quem vem de fora?

A Pousada de São Miguel nunca teve grande publicidade, enquanto todas as outras unidades estavam em castelos, mosteiros, edifícios antigos, a Pousada de São Miguel foi construída de raiz para tal, ou seja foi uma Pousada imposta á Enatur. Daí as outras unidades terem uma publicidade que a de Sousel não tinha.

Começou com 30 empregados e neste momento estava com 20, divididos entre Sousel, Estremoz, Arraiolos, Vila Viçosa, Évora, Crato, e depois os trabalhos por Beja, Alvito Palmela, Queluz, Marvão....era um conhecer Portugal de lés a lés sem pensar que também temos família. O mais interessante era o engano de se trabalhar nas Pousadas, por pensarem que usávamos fato e casaco os nossos ordenados eram de miséria, existiam e existem pessoas a trabalhar ao fim de 17 anos com 500€ no final do mês.....

É pena ver o edifício no estado em que está, o abandono e a destruição a que o edifício chegou dá pena a quem trabalhou lá cerca de 17 anos e ver aquilo assim.

O objectivo do Grupo Pestana Pousadas vai ser encerrar todas as unidades que não sejam históricas, Elvas e Marvão devem seguir o mesmo caminho que Sousel, o tempo o dirá.

Lembrar do material que foi comprado para esta Pousada e que depois foi deslocado para outras Pousadas, como as espreguiçadeiras de piscina que foram para a Pousada de Flor da Rosa e o rolo da calandra da máquina de passar a ferro que foi para Arraiolos....e tantas outras coisas que desapareceram daqui..... .

Espero que alguém pegue naquela Pousada com unhas e dentes e lhe faça trazer novamente um brilho que só esta Pousada tem. Equipa está feita e pronta a trabalhar com gosto e brio, somos profissionais de hotelaria, gostamos daquilo que fazemos.

Gostava de voltar a ver esta Pousada sorrir, só para mostrar ao Grupo Pestana do que o povo de Sousel é capaz de fazer por aquilo que é seu.

Se a Pousada de Sousel é rentável, claro que é rentável, é preciso saber fazer render......

 

João Boto


PUBLICADO POR: carlosgil às 19:42
LINK DO POST | COMENTAR | Adicionar aos favoritos
14 comentários:
De Joaquim Gil a 19 de Abril de 2010 às 17:41
Correndo o risco de me acusarem de estar a dizer sempre o mesmo, uma vez que este tema da Pousada está a criar muito interesse, volto a insistir, o Sr. João Boto, no final do seu artigo, diz, passo a citar: Se a Pousada se Sousel, é rentável, claro que é rentável, é preciso saber fazer render. Se o detentor, ou dono da infraestrutura, não vislumbrar, qualquer outra solução viável, e rentável, porque não ceder a exploração a este senhor, se ele quizer, evidentemente, pelo menos evita a degradação, que se adivinha e que todos querem evitarb


De Anónimo a 19 de Abril de 2010 às 14:08
Não haveria a hipotese de as empresas mais fortes do concelho pegarem na nossa Pousada,fazendo a exploração?


De anonima a 18 de Abril de 2010 às 17:11

Apesar de não ser de sousel, já cá vivo há 10 anos. Doi- me ver estes testemunhos, de pessoas que ali tinham o seu ganha pão e agora vão para o desemprego como tantos por este pais fora. A quem de direito por favor recuperem a nossa pousada. Muita força para todos quanto deram o seu melhor para a pousada ter servido tantos ilustres e desconhecidos. tudo de melhor para ti joão e para todos os ex. funcionarios da pousada de sousel.


De hydro a 17 de Abril de 2010 às 02:36
É uma pena, o Grupo Pestana, como tem feitos em muitos locais, vem a fechar, pousadas. São tempos complicados estes que correm. É a  grande escasez da da década = €€€€.


De Mario Bastos a 15 de Abril de 2010 às 00:03
Sousel têm a Pousada mais "Friendly" e Tranquila da Peninsula Iberica.
Seja de Verão ou Inverno, basta lá ir para perceber porque.

Bastava uma simples campanha "em casa de amigos sossegado" para manter o sucesso.

Depois de ser renovada ....fecha.

Que tristeza.


De TÓ NEVES a 13 de Abril de 2010 às 22:38
As pessoas nao querem saber de quem é ou não a responsabilidade da segurança da Pousada. As pessoas querem é saber que a Pousada está guardada sem o perigo da mesma ser vandalizada seja por quem for. QUE SE TOME AS NECESSÁRIAS MEDIDAS DE SEGURANÇA.
TÓ NEVES


De João Boto a 13 de Abril de 2010 às 03:26
Após o texto onde exprimi a minha opinião quero agradecer ao Carlos Gil pela publicação, amigo de longa data.
Queria também agradecer a todos aqueles com quem tive a honra e o prazer de poder trabalhar e que me deixam com muita saudade e de lágrima no olho e com uma nostalgia do outro mundo......
O meu muito Obrigado á Ana Teresa, Laura, Lurdes, Inácia, Joana Candeias, Elisabete, Manuela, Beatriz, Joana Casqueiro, Marisa, Armando, Fátima, Filipe, Mariana, Ilda, Sasha, Isabel, Margarida e João Daniel......
Um Grande Bem Haja a todos e Obrigado por me terem ajudado a crescer e desculpem qualquer coisinha.
Um abração
João Boto 


De MARIA DE FATIMA a 14 de Abril de 2010 às 13:32

PARABENS PELO POST COLEGA GIL, NÃO DEIXE CAIR NO ESQUECIMENTO ESTE ASSUNTO.

BEIJOS

MF


De Luís Manuel a 13 de Abril de 2010 às 01:24
Quero deixar aqui o meu incondicional apoio aos blogs que de uma forma ou de outra conseguem trazer assuntos que sem eles não viriam a ser sequer discutidos. O meu apreço , gratidão pela coragens demosntrada pelo(s) autor(s) deste blog, que em muito têm contribuido para a discussão a publico de assuntos de relevância para o concelho e municipes.
Dar os meus parabéns também ao Sr. João Boto pelo texto que escreveu e dizer-lhe que é  com homens destes que se podem construir o futuro.
Resta-me desejar que a quem possa resolver este embróglio, que o faça com a maior celeridade possivél. Pelo menos em termos de segurança naquelas infra-estruturas.
Ao Blog, desejar que seja de uma vez por todas reconhecido pelo poder local como de utilidade local, tal como se tem vindo a mostrar e a demonstrar.
Luís Manuel


De Ana Gil a 12 de Abril de 2010 às 23:37

Amigo João eu fui uma das 1ºas pessoas a ir trabalhar p0/a pousada. Naquele verão de 1992, ainda nem água havia lá, eram os bombeiros que transportavam a água p/pudermos efectuar as limpezas. Eu e mais algumas pessoas (Ana Teresa Casqueiro, Lurdes, Laura, Joaquina Lima, etc, etc) quase que gastámos as nossas mãos e unhas p/tirar os restos de cimento e mais sujidade que sobraram da obra. Fomos p/lá nesse verão de 92 sem salário, sem contratos, trabalhámos tantas e tantas vezes pegando dias com noites e noites com dias, até que ao fim de quase um ano é que nos fizeram um contrato. Pelas nossas mãos passaram as mobílias, e muito mais, com empenho cuidávamos de tudo, a verdade é o que o João diz: os ordenados são de miséria, estes senhores, e também os que estiveram anteriormente só pensam em dinheiro, e não nos seus trabalhadores. Trabalhadores que tanto se empenharam, eu saí em Outubro de 1993, fui à procura de um futuro melhor, mas os meus colegas ficaram, as minhas grandes amigas: Laura, Lurdes, Ana Teresa e Joaquina continuaram. Os dias maus foram muitos, mas os bons também, ainda hoje recordo com saudade os meus dias de trabalho lá na pousada. Tenho pena que um edifício tão enorme e bonito e que tanto custou em termos monetários acabe desta maneira, não se pode deixar acontecer o mesmo que aconteceu com as estações de caminho de ferro, em que tudo foi vandalizado, inclusive arrancaram azulejos antigos e outras coisas mais. Espero que melhores dias estejam p/vir, e que tudo se resolva pelo melhor.


 



De Joaquim Gil a 12 de Abril de 2010 às 22:37

Não estou a ver quem é o Sr. Boto, mas concordo com tudo o que esplanou nesta sua exposição e atrevia-me a propôr à C Municipal, creio ser a responsável pelo imóvel, que o cedesse para exploração a este Senhor, por dez anos, só com o encargo da sua manutenção, findos os quais, seriam estudadas outras soluções


De carlosgil a 12 de Abril de 2010 às 23:04
Mais conhecido por João Emidio Fazeres Boto. Recepcionista da Pousada de São Miguel durante mais de 17 anos.
Carlos Gil


Comentar post

O souselalentejo agradece a todos aqueles que nos visitam diariamente e que queiram fazer deste uma fonte de informação, divulgação e opinião. Mais uma vez se informa que este blog é gratuito, e não tem como finalidade qualquer factor de ordem lucrativa. CONTACTOS: souselalentejo@sapo.pt TRADUZA ESTA PÁGINA PARA INGLÊS/IT TRANSLATES THIS BLOG FOR ENGLISH/TRADUISE CELUI-CI BLOG POUR ANGLAIS juegos gratis

Pesquisar neste blog

 

ARQUIVOS

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Janeiro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


LINKS

Blog Protegido

EUROMILHÕES

Gil Souselalentejo Sousel

Cria o teu cartão de visita
http://profile.imeem.com/uepcVJ/playlist/_uCmDtBY/

blog protegido