Sexta-feira, 3 de Agosto de 2007

(Sousel)Reflexão sobre a mediocridade dos novos valores sociais, à escala mundial.

Eis que paramos no tempo por breves instantes e como que se o próprio tempo nos encaminhasse para o infinito das reflexões, esquecemo-nos que o tempo existe e viajamos a caminho do imaginário, confundindo-nos sobre o que é real ou ilusório.

            Valores, como a educação, a ajuda ao próximo, o dar o nosso ombro como sinal de solidariedade, o simples bons-dias, boas-tardes ou boa-noite, termologias que a pouco e pouco vemos desaparecer do vocabulário, que rapidamente suspeito também fazerem desaparecer do próprio dicionário. É a luta desenfreada do “eu”. O "eu" é mais forte que tudo e todos. O “eu” é mais importante, o “eu” tem forçosamente que ser mais solido, mais forte, alicerçados sobre os ferros mais resistentes para não vergar. Sim, porque para vergar, estão aqueles ao qual o “eu”, deles, já não interessa, para o “eu”, do próprio “eu”.  Eis que novos valores se levantam. Não escolhe classes, pobres, ricos e  remediados. Os valores da inveja, os valores da ignorância, os valores do egoísmo, os valores da prepotência, da presunção, vaidade e tudo o que mais possa fazer parecer aos outros, mesmo que impere o reino da mentira, da hipocrisia e da mesquinhez. A dor dos outros não importa, a solidariedade mostrada pela presença individual pelo “eu”, a quem necessita, a quem precisa, a quem está frágil, simplesmente, cai bem à sociedade, e fica bem a todos, e aproveita-se os momentos débeis,  para o “eu” se fazer mostrar consistentemente, o “eu” mostrará o seu “eu”, e o seu ego sentir-se-á no topo da escala de medição psicológica.

            Pois é, como fazer ver aos outros que a verdade nem sempre é o que se vê? Como fazer ver aos outros que ninguém é perfeito? Como fazer ver aos outros que o que eles querem fazer crer, afinal, tudo não passa do tal caminho imaginário, sem rumo, sem fim, andam às voltas e voltas, não se apercebendo que tão próximo está o já dito... precipício.

                                                                   Carlos Gil


PUBLICADO POR: carlosgil às 12:02
LINK DO POST | COMENTAR | Adicionar aos favoritos
5 comentários:
De Anónimo a 17 de Agosto de 2007 às 19:56
Neste Mundo onde vivemos onde não há lugar para os mais sensiveis, para aqueles que amam, para aqueles que acreditam que o melhor de tudo é o amor ao próximo, então que mundo é este? Numa Sociedade tão pequena em que vivemos que apenas o que interessa é a aparência, uma sociedade que anteriormente no meu tempo de criança, nas longas noites quentes de verão as pessoas vinham alegres e amigas sentarem-se ás suas portas conviverem, e agora apenas pensam que por terem algo material melhor, pensam que isso lhes dá um estatuto superior, mas são tão hipócritas, porque felizmente não é isso que faz as pessoas melhores, NÃO, o que nos faz melhores são outras coisas que nada têm a ver com bens materiais!

ANA GIL


De canense anonimo a 4 de Agosto de 2007 às 13:29
Gil , peço desculpa por estar a invadir o teu blog e por razões profissionais não me vou identificar , mas quando te vir pessoalmente falamos sobre este assunto que se foca neste teu apontamento...
é verdade hoje não se pensa nem se d á qualquer importância a quem precisa só o eu interessa. para se mostrar à sociedade...
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Gil , peço desculpa por estar a invadir o teu blog e por razões profissionais não me vou identificar , mas quando te vir pessoalmente falamos sobre este assunto que se foca neste teu apontamento... <BR>é verdade hoje não se pensa nem se d á qualquer importância a quem precisa só o eu interessa. para se mostrar à sociedade... <BR class=incorrect name="incorrect" <a>ninguem</A> se preocupa se alguém tem dificuldades na vida , nomeadamente se pode suportar financeiramente as despesas básicas , saúde , alimentação etc. <BR class=incorrect name="incorrect" <a>tambem</A> digo como o coment a rio anterior é a sociedade que temos...


De Gil a 4 de Agosto de 2007 às 19:47
Este blog jamais será invadido por quem tem boas intenções, e por quem comenta de forma seria. Tenho que agradecer o comentário e fico orgulhoso por concordar com ele. A sociedade que temos, é repleta do "faz de conta" para parecer bem, e as preocupações com aqueles que necessitam, essas, são quase sempre esquecidas, até porque a ajuda em forma de anonimato não interessa a muita gente. Cá está, interessa sim, mostrar aos outros insistentemente que se está a tentar a ajudar , ou que se ajudou. É sem duvida a procura inconstante do protagonismo.
Gil


De canense anonimo a 5 de Agosto de 2007 às 15:37
pois e amigo gil , e que eu ajudo no anonimato para que não seja apontado por fazer alguma coisa por interesse...mais uma vez obrigado


De Anónimo a 3 de Agosto de 2007 às 18:46
é a sociedade que temos.


Comentar post

O souselalentejo agradece a todos aqueles que nos visitam diariamente e que queiram fazer deste uma fonte de informação, divulgação e opinião. Mais uma vez se informa que este blog é gratuito, e não tem como finalidade qualquer factor de ordem lucrativa. CONTACTOS: souselalentejo@sapo.pt TRADUZA ESTA PÁGINA PARA INGLÊS/IT TRANSLATES THIS BLOG FOR ENGLISH/TRADUISE CELUI-CI BLOG POUR ANGLAIS juegos gratis

Pesquisar neste blog

 

ARQUIVOS

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Janeiro 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


LINKS

Blog Protegido

EUROMILHÕES

Gil Souselalentejo Sousel

Cria o teu cartão de visita
http://profile.imeem.com/uepcVJ/playlist/_uCmDtBY/

blog protegido